Buscar

Academicos Atuais

Usuários Online

Nº 03 - (FUNDADOR) CLOVIS LIMA

      CLOVIS dos Santos LIMA: Nasceu na cidade de Serraria, Estado da Paraíba, em 25 de janeiro de 1908 e faleceu em João Pessoa, a 15 de outubro de 1974; filho de Elvídio Duarte dos Santos e D. Maria Júlia dos Santos Lima. Iniciou os estudos em escolas de Serraria, continuando no Instituto Bananeirense, em Bananeiras e no Colégio Diocesano, da capital, e no Lyceu Paraibano, iniciando, aí o secundário que concluiu no Ginásio Pernambucano, do Recife, onde também se bacharelou em Direito na Faculdade desta capital. Exerceu os cargos: Promotor Público das Comarcas de Princesa Isabel, Mamanguape, Santa Rita e João Pessoa ; Delegado da Ordem Política e Social; Chefe de Polícia do Estado; Secretário do Interior (interino); Secretário da Agricultura; Presidente da Junta de Conciliação e Julgamento de João Pessoa (de 1941 a 1959, quando foi promovido, por merecimento a Juiz Togado do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região). Introdutor do Ensino Superior na Paraíba, Clovis Lima foi Professor-Fundador da Faculdade de Direito da UFPB, lecionando Direito do Trabalho; fundador e primeiro Diretor da Faculdade de Ciências Econômicas da Paraíba, lecionando Geografia Econômica e Legislação Social; lecionou, também, Geografia Humana na Faculdade de Filosofia da UFPB. Era membro do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, tendo presidido a entidade por 16 anos; sócio do Instituto do Direito Social de São Paulo; Membro Titular do Instituto Latino Americano do Direito do Trabalho e Previdência Social; Membro de La Sociétè de Geographie de Paris. Foi agraciado com as Medalhas Comemorativas do Centenário de Rui Barbosa, dos 430 anos da cidade do Recife e com a Medalha La Citè Carcassone-França, conferida pela Sociedade de Geografia de Paris. Recebeu o Título de Cidadão Pessoense, de Cidadão de Recife, Penedo, Natal, Maceió e Catende. Além de trabalhos publicados em Revistas do Tribunal e do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, na Imprensa do Norte e Nordeste do País, ele deixou publicados os livros: João Domingues dos Santos-Pesquisador ehomem de inteligência, 1945; Êxodo dos trabalhadores rurais, 1946; O Ensino Comercialna Paraíba, 1948; Episódios e aspectos do domínio colonial holandês naParaíba, 1948; Julgados trabalhistas na inferior instância, 1953; O Polígono das secas– espaço econômico; As Itacoatiaras do Ingá; O sentido da Universidade; O Joazeiro da caatinga nordestina; Albino Meira-Estudo biográfico; Estabilidade e fundo de garantia por tempo de serviço (Separata da Revista do TRT da 6ª Região); O Prévio depósito da condenação como condição para recorrer (Separata da Revista do TRT, 6ª Região); O Ensino Comercial na Paraíba-História de uma Escola.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

ALMEIDA, Horácio de. Contribuição para uma bibliografia paraibana. Rio de

Janeiro: 1972.

ANDRADE, José Lopes. Discurso de recepção. In:Albino Meira- Cadeira nº 03,

João Pessoa: 1964.

CRISPIM, Luiz Augusto da Franca. Discurso de posse. In: Revista da Academia

Paraibana de Letras nº 09, João Pessoa: 1984.

Revista do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, vol. 21. João Pessoa :

1978.

 

Add comment


Security code
Refresh