Buscar

Academicos Atuais

Usuários Online

Nº 10 - (PATRONO) MANOEL PEDRO CARDOSO VIEIRA

     Manuel Pedro CARDOSO VIEIRA : Nasceu no Engenho Jacoca, no mês de janeiro do ano de 1848; filho de Pedro Cardoso Vieira e Maria Severina Vieira, proprietários do engenho que era uma pequena aldeia indígena, próxima à praia de Jacumã, no município do Conde. Faleceu no dia 10 de janeiro de 1880, aos 32 anos de idade. Lá, Cardoso Vieira aprendeu as primeiras letras, vindo, depois, morar na capital, na Rua da Lagoa da Frente, atual Treze de Maio, continuando os estudos. Em 1873, bacharelou-se em Direito, no Recife. Formado, voltou à Paraíba e dedicou-se à advocacia, ao jornalismo e ao magistério; aprovado em concurso público, foi nomeado professor do Lyceu, passando a lecionar Retórica, Geometria e Português.

     Ingressou na política, elegendo-se Deputado Geral pelo Partido Liberal, apesar de seus pais serem conservadores. Ao lado de Joaquim Nabuco, muito lutou pela reforma social e pelo abolicionismo; como jornalista, colaborou nos jornais Correio Noticioso, A Opinião e A União Liberal; dirigiu O Despertador e fundou o Bossuet da Jacoca, jornal satírico, tendo como alvo especial o Padre Lindolfo Corrêa (Comendador Corrêa Neves), diretor de O Publicador, cuja eloqüência era satirizada impiedosamente. “ Cardoso Vieira, através do seu jornal, manteve-se sob o fogo crepitante de sua ironia contundente, propiciando revide à altura” (José Leal) . Não deixou livros publicados, encontrando-se, apenas, artigos e poemas em jornais; discursos e interpelações nos Anais do Parlamento.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

CARVALHO, Álvaro de.Notas sobre Manuel Pedro. In: Revista da APL, nº 04, João Pessoa: 1984.

CASTRO, Oscar de Oliveira. Vultos da Paraíba, Rio de Janeiro: Imp. Nacional, 1955.

MARTINS, Eduardo. Cardoso Vieira e O Bossuet da Jacoca. João Pessoa: 1979.

Add comment


Security code
Refresh