Buscar

Academicos Atuais

Usuários Online

Nº 17 - (PATRONO) ANTÔNIO ALFREDO DA GAMA E MELO

Antônio Alfredo da GAMA E MELLO : Nasceu na capital do Estado da Paraíba, em 1º de outubro de 1849, onde também faleceu, em 12 de abril de 1908; filho de Severino Antônio da Gama e Mello , professor de Latim, e de D. Alexandrina d’Ávila e Mello. Fez os estudos fundamentais em escolas particulares da capital e o secundário no Lyceu Paraibano, bacharelando-se em Direito pela Escola do Recife, em 1873, tendo sido contemporâneo de Castro Alves, Cardoso Vieira e Tobias Barreto . Influenciado pelas idéias de Tobias Barreto, líder dos estudantes, Gama e Mello sonhava com uma transformação política e social, ansiando por um Brasil, mentalmente, mais evoluído. Tornou-se um grande filósofo, destacando-se na oratória, sendo comparado ao Grande Cícero; foi. fundador de A República, jornal dissidente que pregava o sentimento de justiça e de igualdade dos cidadãos. Herdou do pai a vocação para as línguas clássicas, substituindo-o, através de concurso, na cadeira de Latim do Lyceu, onde , também, lecionava Retórica, chegando a diretor do estabelecimento. Enveredou na política partidária, elegendo-se Deputado Provincial e Senador da República pela Paraíba. Em 22 de outubro de 1896, assumiu o Governo do Estado, permanecendo no cargo até o ano de 1900. Morreu em plena luta pelos direitos republicanos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS :

CASTRO, Oscar de Oliveira. Vultos da Paraíba.Rio de Janeiro: Imp. Nacional, 1955.

MELLO. José Octávio de Arruda. Capítulos de História da Paraíba.Campina Grande: GRAFSET, 1987.

MENEZES, Antônio Bôtto de. Discurso de posse, In; Revista da APL, nº 06, João Pessoa: 1955.

SILVA, Demócrito de Castro e. O centenário de Gama e Mello, In: Revista da APL, nº o6, João Pessoa: 1955.

 

Add comment


Security code
Refresh