Buscar

Academicos Atuais

Usuários Online

Nº 18 - (PATRONO) IRINEU JOFFILY

IRINEU Ceciliano Pereira JOFFILY : Nasceu no dia 15 de dezembro de 1843, na Fazenda Lajedo, município de Pocinhos, Estado da Paraíba e faleceu em 08 de fevereiro de 1902; filho de José Luís Pereira da Costa e D. Isabel Americana de Barros. Casado com D. Raquel Torres Brasil. Iniciou os estudos em Cajazeiras, com o Pe. Rolim; fez o curso secundário no Recife, onde, também, bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela tradicional Escola daquela cidade. Fundou o jornal O Acadêmico Parahybano, iniciando a publicação de uma série de minibiografias sob o título de Parahybanos de 1817. Já formado, voltou à Paraíba sendo nomeado promotor público de São João do Cariri e Juiz de Campina Grande. De família abastada, teve o privilégio de poder dedicar-se à pesquisa, viajando e visitando os centros mais desenvolvidos, estudando e colhendo subsídios para os seus trabalhos. Aperfeiçoou-se nas Ciências Jurídicas, na História, Geografia e Paleontologia e tornou-se um grande historiador. Enveredando na política partidária, elegeu-se vereador em Campina Grande e Deputado Provincial em várias legislaturas. Em 1888, fundou o jornal A Gazeta do Sertão, em Campina Grande, que pregava o Regime Republicano, tendo sido, o jornal, empastelado em 1891. Irineu Joffily responsabilizou o Governador Venâncio Neiva por este ato de revanchismo. Foi, ainda, redator de O Brasil, do Rio de Janeiro; do Jornal do Comércio e de A União; usava sempre o pseudônimo de Índio Cariri. Era sócio-correspondente do Instituto Histórico e Arqueológico Pernambucano e do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro; morreu vitimado pelo mal de Hansen. Escreveu: Notas sobre a Parahyba, 1872; Sinopses e sesmarias, 1894.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

CÂMARA, Epaminondas.Do cientista Irineu Joffily ao poeta Mauro Luna. In: Revista da APL, nº02. João Pessoa; 1947.

JOFFILY, José. Entre a Monarquia e a República. Rio de Janeiro:Kosmos, 1982.

 

Add comment


Security code
Refresh