Buscar

Academicos Atuais

Usuários Online

Nº 23 - (PATRONO) THEODOMIRO FERREIRA NEVES JUNIOR

Theodomiro Ferreira NEVES JÚNIOR: Nasceu no dia 14 de agosto de 1875, na capital do Estado da Paraíba e faleceu em 30 de dezembro de 1940, no Rio de Janeiro. Fez os preparatórios na Paraíba, transferindo-se, a seguir, para o Recife com a intenção de freqüentar a Escola de Direito, por motivos desconhecidos não concluiu o curso, decidindo-se pelo magistério particular; para este fim, instalou uma escola em sua residência , à Rua Treze de Maio; mais tarde, optou pelo comércio e, ainda jovem, aprendeu o ofício de tipógrafo. Mesmo sendo um bom redator, não foi propriamente um jornalista, identificava-se mais com o sociológico e a poesia. Começou a publicar os seus poemas em A União Tipográfica e na Gazeta da Manhã. A poesia de Neves Junior, de acordo com a opinião de Álvaro de Carvalho “expressa sempre uma poesia íntima, comedida, desalentada, quase sempre triste, e por vezes, suavemente irônica, lembrando influências de Quental”.

Em 1905, ao lado de Ascendino Cunha, Neves Junior fundou o Instituto Maciel Pinheiro mas, com o surgimento do Colégio pio X, o Maciel Pinheiro não sobreviveu, e o seu fundador foi trabalhar na firma Brito Lira e Cia;.em 1927, seguiu para o Rio de Janeiro, passando a exercer o magistério, investindo, também, numa indústria de produtos químicos. Dez anos mais tarde, sem família e doente, foi acolhido pelo amigo Agripino Nazareth até o seu falecimento. Publicou somente um livro: Arestas. Nesse livro ele reuniu os seus melhores poemas, sendo os mais conhecidos: Fugidia, FundaMudez, Harmonias perdidas, Rimas Facetas, Canção e Retorno. Foi um poeta romântico, amargurado, introspectivo. Fala-se de um amor platônico que ele sentia por uma jovem loura, sua grande paixão fracassada, o que se faz sentir em suas poesias.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BITTENCOURT, Liberato. Homens do Brasil, vol. 02, PARAHYBA. Rio de Janeiro:1914.

CARVALHO, Álvaro de.Neves Júnior, In: Revista da APL, nº03, João Pessoa:1948.