Buscar

Academicos Atuais

Usuários Online

Nº 30 - (PATRONO) SANTOS ESTANISLAU PESSOA DE VASCONCELOS

 

SANTOS ESTANISLAU Pessoa de Vasconcelos: Nasceu no dia 13 de março de 1860, na cidade de Bananeiras, Estado da Paraíba, e faleceu em Belém , capital do Estado do Pará, em 31 de dezembro de 1933; filho de Virgínio Estanislau Afonso e D. Maria Fortunata das Neves, Casado, em primeiras núpcias, com Maria Blandina da Câmara Bezerra, nascendo dessa união dois filhos: José e Maria Elisa. Ficando viúvo, casou-se com Maria Amália e, depois, com Ana Zaíra, ambas irmãs da primeira esposa. Fez os estudos fundamentais em Bananeiras, seguindo para Recife, fazendo os preparatórios no Curso Anexo da Faculdade de Direito, bacharelando-se em Direito em 1879. Enquanto estudante, Santos Estanislau exerceu o magistério particular e estagiou no escritório de advocacia do seu tio, Dr. José Lopes Pessoa da Costa, aperfeiçoando, aí, os seus conhecimentos jurídicos. Formado, voltou à Paraíba. Exerceu as funções públicas: Promotor Público de Bananeiras, Pilar e Campina Grande; Juiz Municipal de Órfãos e Juiz de Direito de Mamanguape. No Pará, exerceu as funções: Juiz de Direito das comarcas de Chaves, Cametá e de Baião; Chefe de Polícia do Estado, nomeado pelo Presidente Paes de Carvalho. Em 1901, através de decreto, foi nomeado desembargador.Publicou: Anotações da Reforma Judiciária à Lei 455, de 11/06/1896; Apelações de Terceiros(monografia);Casos forenses.

 

A cidade de João homenageou-o dando seu nome a uma das ruas do Bairro de Cruz das Armas, popularmente conhecida como a Rua Santo Estanislau.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

 

BITTENCOURT, Liberato.Homens do Brasil, vol. II, Parahybanos ilustres. Rio de Janeiro: Gomes Pereira, 1914.

 

COUTINHO FILHO, Francisco. Discurso de Posse.João Pessoa: 1971.