Buscar

Academicos Atuais

Usuários Online

Nº 33 - (PATRONO) JOÃO FERREIRA CASTRO PINTO

João Pereira de CASTRO PINTO: Nasceu na cidade de Mamanguape, Estado da Paraíba, em 03 de dezembro de 1863 e faleceu no Rio de Janeiro, em 1944; filho do casal José Pereira de Castro Pinto e D. Maria Ricarda Cavalcanti de Albuquerque. Fez o curso primário no Colégio Rio Branco, na capital do Estado e Humanidades, no Lyceu Paraibano, bacharelando-se em Direito pela Faculdade do Recife, em 1886. Foi Promotor Público em Mamanguape e Juiz Federal substituto. Era monarquista, abolicionista e jornalista. Elegeu-se deputado à Assembléia Constituinte pela Paraíba, sendo reeleito em 1896. Renunciou ao mandato e viajou ao Rio de Janeiro, passando a exercer o cargo de Redator Oficial do Senado. Retornou ao Nordeste, assumindo a promotoria de justiça de Vitória de Santo Antão, Pernambuco, e em seguida a de Fortaleza, Ceará. No Estado do Pará, a convite do Presidente Paes de Carvalho, exerceu a Chefia de Gabinete da Presidência da Província, sendo ainda, professor de Lógica do Ginásio Paraense e redator do Jornal A Província do Pará.

Mesmo tendo combatido o primeiro Governo de Álvaro de Carvalho, este, quando retornou à Presidência, convidou-o a tornar a sua terra, oferecendo-lhe uma nomeação de professor de Matemática no Lyceu Paraibano que, na época, ser professor do Lyceu era um cargo muito importante. Aceitou o convite e veio instalar-se na capital. No ano seguinte, elegeu-se Deputado Federal ; em 1908, já era Senador. Em 1912, passa a governar o Estado, por indicação de Álvaro de Carvalho. Durante a sua gestão, as letras e as artes evoluíram consideravelmente, destacando-se a atuação de Rodrigues de Carvalho e Carlos Dias Fernandes, que era secretário de redação e diretor do Jornal A União. Em julho de 1915, renunciou ao cargo e foi instalar-se no Rio de Janeiro. A Paraíba homenageou-o, dando o seu nome ao Aeroporto da capital.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BITTEENCOURT, Liberato. Homens do Brasil, vol. II (Parahybanos ilustres). Rio de Janeiro: Gomes Editora, 1949.

 

DUARTE, Samuel. Discurso de posse, In: Castro Pinto- Cadeira 33. João Pessoa: A União, 1964.

 

Paraíba –nomes do século Série histórica. João Pessoa: A União, 2000.

ODILON, Marcus. Pequeno dicionário de fatos e vultos da Paraíba. Rio de Janeiro: Cátedra, 1984.

SILVEIRA, Fernando. Vidas Paraibanas. João Pessoa: 1981.